sábado, 3 de outubro de 2009

saudades de ter uma vó...


Vasinhos de barro na janela me lembram casa de vó.
Já repararam como toda casa de vó, tem sempre um chinelinho debaixo da cama, um robe de flanela, pendurado atrás da porta...
Um café com bolo pra quem chega
Apenas uma muda de roupa no varal
Uma almofadinha no sofá da sala
Uns óculos na escrivaninha
Um tapetinho na porta
E claro vasinhos na janela
Tem também um quintal, com paredes descascadas, que por menor que seja tem sempre uma plantinha...
Nem sempre tão cuidada, mas fica ali... porque faz parte
E se você chama ou bate na porta
Lá vem ela, arrastando o chinelinho e caminhando com dificuldade.
Às vezes confunde os netos, abraça um pensando que é outro...
Todas elas têm sempre um vestidinho de ir a missa, com golinha de crochê, e uma bolsinha que carrega na maioria das vezes, um terço e um lençinho com suas iniciais...
Acordei com saudades de ter uma vó...

P.S.: Essa é a janela do meu cantinho...

Carla Pianchão

Um comentário:

mery disse...

Ah Carla, me fez lembrar realmente minha nona Gentila, e muito da minha mãe também...Também tenho muitas saudades delas. Tenho pena dos meus filhos que não puderam desfrutar do convivio da minha nona e muito pouco do convívio com minha mãe, quer era realmente uma Vó com todos os predicados!!!
Vc sempre nos emociona com seus textos, e por incrível que pareça a gente sempre se reconhece neles, nem que seja só um pouquinho...
beijos linda!!