quarta-feira, 7 de outubro de 2009

nem tão perfeita...

/>
Nem lembro quando foi a última vez que isso aconteceu. Eu perdi a hora.
Todos os dias eu me levanto as 5:30, chamo a Maria e logo após o João, meu marido sai antes das cinco. Este é um ritual muito tranqüilo, que eu sigo sem o menor problema.
Mas hoje foi diferente.
Abro os olhos, olho o relógio, dou um salto, e constato que já são quase seis.
Levanto correndo, sem chinelos, porque nesta hora tudo acontece, e justo hoje ele não estava lá, chamo a Maria, que levanta imediatamente, ainda sem entender direito o que estava acontecendo, e logo depois chamo o João que me olha, parecendo não me enxergar e diz... Calma mãe... Vai dar tempo.
Desci as escadas correndo, coloquei as frutas no liquidificador, e mais um monte de coisas, deixei batendo, e fui abrindo a porta, lá vem a Maria com tênis na mão, mochila nas costas...
Tomou a vitamina, e antes que ela engolisse tudo, escutamos a buzina do escolar, lá foi ela, tênis na mão, e eu correndo atrás com a mochila... Ainda pude ouvir quando ela disse... Te amo muito mãe!
Uffa... Agora era a vez do João.
Tranqüilo como sempre, lá foi ele com uma maçã na mão, não se importando nem um pouco em perder a primeira aula, de matemática claro.
Vai com Deus meu filho!
Passado o sufoco, fui tomar o meu café, e enquanto saboreava um bom pedaço de queijo, fiquei pensando... Nós mães somos assim, queremos dar conta de tudo, e às vezes temos dificuldade de enxergar que nossos filhos cresceram.
Aqui em casa, tanto o João como a Maria tem celular, que desperta.
Preciso me demitir do cargo de despertador da família, e avisar para meus queridos filhos, que há tempos eu não vou mais para escola, trabalho em casa, e tenho o direito de GANHAR, umas horas a mais...
Tenham todos um bom dia!

Carla Pianchão

P.S.: Sei que um dia vou sentir falta de toda essa correria... Isso é vida!

2 comentários:

Mery disse...

Ai Carla, já fiz muito isso!!! Hj graças à Deus eles se levantam sozinhos e hj quando eu levanto às vezes já tem cafezinho na mesa...hehehe, se bem que as minhas "crianças" já tem 27, 23 e 22 anos né?? A minha mais velha está de casamento marcado pra setembro do ano que vem, já sinto saudades desde hj e penso que a gente vai sentir mesmo muita falta de todas estas coisas quando eles forem pro mundo...as vezes reclamo do tantão de roupa pra lavar, passar, da comida que tem que estar pronta na hora certa, da arrumação da casa, os meus bóbis e o secador que não estão na gaveta, etc...mas quando penso que eles logo vão viver a própria vidinha e eu vou ficar só...nem gosto de pensar, meu marido é uma manteiga, qualquer comentário sobre isso ele já chora e a gente tira sarro dele, mas eu disfarço pra não chorar também....rsrs
Viva a rotina Carlinha!!! rsrs
beijos linda!
adoro os seus textos!!!

Mery disse...

Carla, que música linda é essa que toca aqui no seu blog...começa assim: "sabe o que eu mais quero meu amor..."
achei lindaaaaa, queria saber o nome e o autor...não conheço.
beijos
mery