quinta-feira, 2 de abril de 2009

lá no quintal...


Pensa que é forte
Acha que é a tal

Lá no quintal
Colocando roupas no varal
Chora
Por motivo banal

A lágrima que pinga na roupa
A água da roupa que pinga no rosto
Pensamento que causa desgosto

Tudo se mistura
Roupas no varal
Lágrimas no quintal

De braços abertos
Com sede de vida
De braços pra cima
Na ponta dos pés
Roupa estendida

De olhos molhados
Coração partido
Se sente cansada
Um pouco perdida

Segue teu rumo
Fora do prumo
Segue em frente
Mulher valente

Talvez ela seja mesmo forte
Talvez ela seja mesmo a tal
Talvez ela seja feliz
Mesmo lá no quintal


Carla Pianchão

Nenhum comentário: