sábado, 25 de outubro de 2008

dizem por aí...que eu me acho...



Hoje fiquei sabendo, porque este tipo de coisa tem sempre alguém pra contar, que algumas pessoas, em algum lugar, comentavam sobre mim.
Esta Carla...” se acha...”
Claro que no primeiro momento fiquei chateada, depois fiquei pensando...
Porra...
Eu não tenho mais 20 anos,
Não tenho mãe,
Não tenho pai,
Tenho algumas rugas,
Tirei carteira e ainda não consegui comprar meu próprio carro...
Só agora pude colocar um aparelho nos dentes,
Tenho dores na coluna,
Meu cabelo não é bom,
Tenho empregada que falta quatro dias na semana,
Moro longe,
Uso o cheque especial,
Levanto as cinco todos dias,
Trabalho até as duas da madrugada,
Aprendi patchwork sozinha, porque não tinha dinheiro pra pagar um curso,
Só consegui fazer um básico, anos depois,
Moro em um conjunto que não tem interfone,
Não tenho xícara de porcelana,
Nem toalha de linho.
Nossa!!!
Pensei mais um pouco...
Será que a culpa é do meu gato?
Do meu viés pregado a mão?
Do quilt quase perfeito?
Dos tecidinhos que eu lavo antes de usar?
Do meu trabalho, que eu adoro mostrar?
Dos detalhes?
Da feira que eu faço questão de participar?
Do meu arroz com tudo?
Da minha Maria que é linda?
Do meu João que eu amo?
Do meu cantinho que fica na minha ex-copa?
Das minhas máquinas que eu comprei uma a uma, pagando de 10 vezes?
Ou quem sabe o problema é minha marca registrada ®?
Ou serão os meus textos?
Será que são os e-mails que às vezes eu demoro a responder?
Ou quem sabe é o valor das minhas peças?

Olha, claro que os motivos que levaram e que levam algumas pessoas, que com certeza me conhecem pouco, ou quase nada, a pensarem assim, podem ser muitos.
Quando eu comecei a tentar viver de artesanato...
Eu não tinha net,
Não tinha flickr,
Não tinha blog,
Não cinco máquinas,
Não tinha dinheiro,
Meus trabalhos não tinhas selo de qualidade,
Não tinha amigos virtuais,
Não tinha comentários carinhosos,
E mesmo assim,
Eu comecei.
Eu batalhei,
Eu errei algumas vezes,
Eu não desisti.
Eu persisti,
Eu insisti,
Eu aprendi.
E por tudo isso e por mais uma porrada de pedras que eu encontrei em meu caminho,
Eu cheguei a seguinte conclusão.
Quem disse que eu me acho
Tem toda razão.
Agora,
Hoje,
Eu me acho mesmo.
Eu tenho muito ainda pra conquistar,
Mas já conquistei muito.
Se muita gente acha meu trabalho lindo,
Eu também posso achar.
É lindo mesmo.
Muito bem feito,
Muito bem acabado,
Porque eu faço com amo, com prazer,
E eu mais do que qualquer outra pessoa tenho o direito de valorizar o que eu faço.

Carla Pianchão

9 comentários:

Danny Barros disse...

Carla querida...
Vc escreveu tudo o que queria falar...nossa!
èporestas e outras que tenho vc como grande inspiração...e tudo o que colocou aqui tb vivo...e com certeza alguém acha tb que EU ME ACHO...
Porra ninguém tá na pele da gente pra saber...
E temos todo o direito depois de tanto batalhar... colher os frutos,seu trabalho é maravilhoso,sabe porque?
TEM A SUA ALMA NELES...EM CADA PEÇA E PEDAÇO DE LINHA, CADA FLOR E ADA BOTÃO.
Vc éuma profissional séria e uma mulher batalhadora... pelos seus textos a gente vê quem realmente vc é... e sua essência está nele,são poucos que hoje em dia se disp~e a compartilhar e dar de si...
Teadmiro ainda mais,adoro ver suas fotos dos making offs...
VOCÊ É UMA VENCEDORA!
SE ACHA MESMO AMIGA!

SUCESSO SEMPRE!
mil beijos
Danny Barros

Joias da Família disse...

Tá podendo se achar mesmo, amiga.
Ache-se muito, porque nessa vida nós mesmos somos a nossa mais fiel torcida (sem trocadilhos com o Corínthians, por favor...).
bjão!
Rose

Bordados da Léa disse...

vc tem mais é que se achar mesmo. voce PODE!
nem liga p/ essas coisas, isso é inveja e como diz o velho ditado a inveja é M...(bem grande)
beijo!

Haruko Artes disse...

nao ligue para essas pessoas e pura inveja.sao pessoas que nao tem amor proprio.bjsss

Juliana Vermelho Martins disse...

Tem TODA RAZÃO de se achar Carla!
Não conhecia seu blog...
Obrigada pelo link!

Vou passar mais vezes

~♥~ Fuxicos e Retalhos ~♥~ disse...

Posso dizer q estou emocionada!!
sim e feliz, vc expressou o grito
de muitas pessoas q lutam pra ter
algo, e quando conseguem que olha diz:
- NOssa ai tem algo.. como será q ela
consegiu... e blablabla..
sem saber de cada dia acordando cedo
acreditando e sonhando
Faço artes a tempos com minha mãe tambem coloquei somente agora em lugares comuns (orkut/flickr..e afins)
e sempre q vendo uma peça segue com uma cartinha pessoal, pois fiz
com carinho e colocando meu amor
desejando q traga luz e paz.
Você amiga tem mãos abençoadas
Deve com certeza "se achar"
suas peças iluminam sempre,
em combinação de cores e harmonia
Deus proteja seu lar, e lhe conceda sempre sabedoria

bjs com carinho

Ps;
EU ADMIRO MTO VC!!

Cris disse...

Vc é linda menina! Parabéns pelo bom gosto..adorei ler o seu desabafo..

Beijo

Regina Ribeiro disse...

Carla!!!
Você diz tudo que muitas gostariam de dizer e se calam. Sou artesã como você e estou a procura de um lugarzinho ao sol como muitas outras iguais a nós. Eu entrei na casa dos 60, mas pode ter certeza que não vou desistir. Como você parei de trabalhar para cuidar de casa, marido e filhos, e como vc também a mesma decepção com marido. Mas assim como você, tenho filhos maravilhoooooooosos ( em dose dupla aos seus) tenho 4 e uma netinha que vai completar 2 aninhos.
Quero lhe dar os parabéns pela beleza do seu trabalho, que ainda não conheço pessoalmente, mas com certeza não faltará oportunidade.
Estive na FNA 2008 como você (no espaço Japão) e estarei novamente em 2009. Quem sabe a gente não se vê por lá??
Um grande abraço e quero dizer que gostei demaaaaaaaais dos seus depoimentos, todos sem exceção. Continue sendo essa mulher guerreira e de fibra. O mais importante de tudo é você estar FELIZ com você!!!
Bjs

Regina
http://www.regina.ribeiro.nom.br

Serões da Inês disse...

Depois de ler estes comentários, só tenho a dizer que a Carla deve ser uma pessoa excepcional e que "quem fala assim não é gago"...