terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

às vezes eu quero voar...só as vezes...vou te amar...



Às vezes me incomodo com tudo
Às vezes não ligo pra nada
Nem sempre me lembro dele
Às vezes nem sei quem é ele
Às vezes esqueço de mim, nem sempre sei quem eu sou
Nem sempre acordo cedo

Às vezes durmo de tarde
Às vezes fico até tarde
Nem sempre sou gentil, nem sempre sei o que quero
Às vezes sinto saudades, às vezes não sinto nada
Nem sempre tenho as respostas
Às vezes eu nem pergunto
Às vezes mudo de assunto
Nem sempre gosto de tudo
Às vezes qualquer coisa serve
Tem dias que eu quero olhar, tem dias que quero mostrar
Nem sempre eu quero ver
Nem sempre sou tão exigente
Às vezes sou intransigente, nem sempre sou inteligente
Às vezes eu não perdôo
Nem sempre eu levo a sério
Às vezes eu quero voar
Às vezes eu quero parar, nem sempre quero ficar
Nem sempre quero falar
Às vezes sei aonde vou, nem sempre sei porque vou
Às vezes me sinto triste, às vezes não sei o que sinto
Nem sempre quero sorrir
Às vezes eu quero dormir, nem sempre quero acordar
Às vezes quero gritar
Nem sempre vou me calar
Só às vezes
Vou te amar

Carla Pianchão

3 comentários:

katiane disse...

Nossa Carla cada visita que faço me encanto mais...
Mais um texto que amei!!!
Posso reproduzir no meu orkut e colocar o endereço do blog???
Aguardo autorização.
Bjo grande Katy

Serões da Inês disse...

nunca tinha pensado nisto: só às vezes vou te amar. Pensando bem, acho que às vezes deixamos mesmo de amar, nem que seja por momentos, quando nos dizem uma coisa que nos ofende, quando não nos ligam, quando não respondem aos nossos olhares, quando simplesmente não nos perguntam se está tudo bem...

Serões da Inês disse...

Carla, desculpe encher sua caixa de mail, mas não resisto a deixar os meus comentários.